10 de fevereiro de 2021
Os 7 pecados capitais da decoração

Os 7 pecados capitais da decoração

icon Essencial Móveis
icon
Dicas

Decorar a casa é um processo divertido e relaxante. Comprar um novo item para sala ou quarto, pintar as paredes e trocar os móveis despertam sensações incríveis.

Ao longo dos anos, diversos estilos de homedecor surgiram, alguns foram muito bem recebidos pelo público, enquanto outros foram extremamente rejeitados por serem “modernos demais” ou “caretas demais”. No entanto, o que realmente importa na hora de decorar a sua casa são seus gostos pessoais e os elementos que agradam você.

Apesar da liberdade no uso de cores e objetos, ainda existem algumas regras a serem seguidas a fim de garantir a beleza, fluidez e conforto. Gostaria de saber quais são os 7 pecados capitais que não devem ser cometidos? Continue lendo esse texto!

O que não fazer na hora de decorar a sua casa

Não ter um planejamento

Planejamento é um fator necessário em todos os momentos de nossas vidas, inclusive durante a decoração. É preciso passar por um processo de reflexão e análise antes de executar as ideias, e para isso você pode ter a ajuda de um arquiteto, paisagista ou designer de interiores.

Se não houver um plano bem detalhado, qualquer deslize pode se tornar um erro gigantesco e quase irreversível. Por isso, pesquise muito antes de fazer compras ou iniciar uma obra.

Não tirar as medidas dos espaços

Mesmo não parecendo, esse é um erro comum. O recomendado é medir todos os cantos do imóvel, desse jeito você terá uma noção clara do que cabe ou não cabe ali. Também, as informações permitirão um planejamento mais assertivo antes, durante e depois da compra de mobília e decoração, evitando o surgimento de infortúnios posteriormente.

Misturar muitas cores

Cores transmitem sensações. Inúmeras pessoas podem pensar que um ambiente muito colorido é a resposta certa para quem deseja atribuir diversos tipos de energia ao seu lar, mas é preciso tomar cuidado com a poluição visual.

A paleta de cores pode, sim, ter tons diferentes, mas em poucas quantidades, garantido a harmonia. Uma dica valiosa é apostar em cores frias com detalhes em cores fortes, gerando um contraste bem legal. E diferentes ambientes podem ter diferentes paletas de cores, esse é um método utilizado com o intuito de atribuir dinamismo e personalidade às casas.

Exagerar no uso de objetos decorativos

Como diz o ditado, “menos é mais”. O uso de muita mobília e objetos de decoração acaba congestionando o ambiente e prejudicando o estilo. É preciso moderar na quantidade de itens expostos. Na maioria das vezes eles nem precisam estar ali e seriam mais bem conservados em outro local.

Faça uma lista com o que você gosta e com o que realmente agrega valor ao ambiente, sendo os nomes listados tão bonitos quanto funcionais.

Não priorizar a iluminação

A iluminação é extremamente importante em qualquer tipo de moradia e pode ser facilmente adaptada de acordo com a sua vontade, sejam lâmpadas de teto, abajures ou iluminação natural. O excesso ou insuficiência de luz diminui a sensação de amplitude do espaço ou destaca os elementos errados.

É possível fazer um projeto voltado apenas para a iluminação. Um técnico pode calcular os locais ideias para instalação e a quantidade de luz que será projetada em cada cômodo. Uma dica: luzes de apoio e iluminação decorativa trazem calor ao ambiente, deixando-o mais confortável, e podem ser usadas de várias maneiras diferentes.

Não aproveitar o espaço vertical

Diversas pessoas consideram espaços pequenos uma desvantagem no processo de implantação de uma decoração rica e bonita, mas sempre há maneiras criativas de adicionar objetos e móveis sem sobrecarregar o visual. E uma dessas maneiras é utilizando o espaço vertical. Quadros, pinturas, vasos de flores e cortinas podem ser fixados nas paredes, e peças mais altas, como estantes, são perfeitas para receberem livros, potes e bugigangas. Tudo depende da forma como as suas combinações serão feitas.

Pensar somente na estética e esquecer da usabilidade

Durante o planejamento da sua decoração é importante considerar as funcionalidades dos itens a serem distribuídos nos cômodos. Se forem muito grandes ou muito extravagantes podem acabar atrapalhando o andar dentro da casa. Esse deve ser um dos fatores a serem avaliados na hora de comprar e instalar os móveis.

Uma opção que une estética e usabilidade, com maestria e de forma personalizada, são os móveis planejados. O desenho e produção desse tipo de mobília considera todas as necessidades do cliente, desde tamanho até estilo. Apesar da pequena diferença de preço em comparação com as opções padronizadas de fábrica, os planejados possuem maior custo benefício, são únicos e exclusivos.

Gostaria de uma ajuda personalizada para decorar ou redecorar a sua casa, apartamento ou comércio? Entre em contato com a Essencial Móveis, apresente seu projeto para os nossos profissionais e peça um orçamento sem compromisso. Possuímos as melhores soluções de decoração e mobília planejada do mercado.